sábado, 12 de março de 2011

Louvor do Portugal actual


3 Comentários:

Às 16 de março de 2011 às 10:21 , Blogger Margarida disse...

Eu, que sempre gostei de conduzir, sinto-me crescentemente necessitada de um chauffeur; coisas da idade, talvez.
Será que posso contar com as qualidades deste pressuroso servidor do Estado, para o qual contribuo tão generosamente?

Obrigadinha.

 
Às 21 de março de 2011 às 14:56 , Blogger Nuno Carvalho disse...

De facto o trânsito caótico, inúmeras ruas com trajectórias mal desenhadas, diversos parques de estacionamento caríssimos e apertadíssimos, cada vez menos estacionamento à superfície, fazem da cidade do Porto um pavor para quem se quer deslocar de carro nomeadamente na Baixa; paradoxalmente tudo isto aconteceu nos últimos 10-15 anos, perante a tradicional passividade das pessoas.

Sobre o chauffeur, de facto a Maggie pelos serviços prestados pelo seu blog merecia ter, pelo menos um!

 
Às 21 de março de 2011 às 16:12 , Blogger Margarida disse...

LOL!
Ó Nuno..., o menino é que se diverte com a minha pobre pessoa, seu malandreco!
LOL!
'serviços prestados pelo meu blog', pois sim..., como se aquilo valesse alguma coisa! ó deuses, ainda rebolo um niquinho de tanto rir...
(obrigada, estava necessitada de uma boa gargalhada...)

Mas tenho chauffeurs de sobra, sabia?! - ando economica e ecologicamente de Metro!!!
;)

Ah..., noutra encarnação hei-de ser afortunada, caridosa, altruista, benemérita e patrona das artes (e dos arquitectos, sobretudo os paisagistas) e andar num belo MAYBACH (depois que avistei um no centro de Paris nunca mais quis outro..., além da minha 4L, claro!), com um simpático motorista de meia idade que me ofereça bombons.
Da Arcádia (what else?!)
;)

 

Enviar um comentário

<< Página inicial