quinta-feira, 17 de junho de 2010

«A prazo, a democracia ficaria infinitamente mais limpa.»


Extracto de um artigo de Miguel Sousa Tavares, publicado no Jornal Expresso, n.º 1953, de 2 de Abril de 2010.


2 Comentários:

Às 18 de junho de 2010 às 08:43 , Blogger Margarida disse...

Mas isto é tãooooooooooo evidente que se abisma com semelhante.
"Engordam" (e não é pouco)à nossa custa, patéticos incautos, idiotas votantes!
Quer raio! Tanto assessor, tanto consultor, tanto assalariado do Estado e levam-se os assuntos ao privado por alma de quem?!
Claro..., são as "maçonarias", os "opus dei" e quejandos (tipo bilderbergs) que 'mandam' mais do que as urnas.
Protegem-se uns aos outros; uma náusea!
Não temos emenda...
Nem salvação.

 
Às 19 de junho de 2010 às 13:38 , Blogger Nuno Carvalho disse...

Uma análise brilhante! Das verdades ocultas que estão - actualmente, em grande parte - a condicionar este País.

 

Enviar um comentário

<< Página inicial