domingo, 3 de outubro de 2010

Peugeot 206: Um carro extraordinário


Lançado em 1998, o Peugeot 206 tornou-se o Peugeot mais produzido de sempre. Em Abril de 2007 a sua produção ultrapassou os 7 milhões de exemplares. Com umas linhas (exterior e interior) muito bem conseguidas, muito bem proporcionado e com uma série de variantes, tornou-se parte da paisagem nos locais mais remotos do planeta.
.
Em 2006 a Peugeot lançou o Peugeot 207, que tinha por missão substituir o 206, no entanto o 206 continuou a ser vendido na França. Os números das vendas continuaram tão elevados que a Peugeot resolveu operar um ligeiro facelift (Peugeot 206+) e o carro, que tinha deixado de se vender em diversos países, regressou a inúmeros mercados, nomeadamente Portugal.
.
Em 2009, mais de uma década depois de ter sido lançado, na França venderam-se 51 029 (Peugeot 206+), uma subida de +61,2% face ao ano anterior, foi nono carro mais vendido.
.
Um contra exemplo, que poderá servir de lição numa sociedade obcecada pelo consumo excessivo e por tudo quanto é novidade.


3 Comentários:

Às 6 de outubro de 2010 às 11:25 , Blogger Margarida disse...

Eu é mais Renault... ;)

 
Às 7 de outubro de 2010 às 19:52 , Blogger Nuno Carvalho disse...

Sim, o Renault 4, um trabalhador incansável, nascido em 1961.

Eu prefiro Range-Rovers e Jaguars. Lol

 
Às 8 de outubro de 2010 às 15:00 , Blogger Margarida disse...

Ó Nuno, sabe que eu adoro as carrinhas Volvo e as Audi?!
Pois é...
E os BMW? Hmmmm
Pois...
E tenho um xodó especial pelo VW Golf?
E que fiquei 'babada' pelo Porche Cayenne?!
Ah-ha!
Mas não dispenso a minha linda 'amarelinha'! Com 24 aninhos, merece além de carinho, respeito!
É muito fiel, qualidade rara, nos tempos que correm...
;)

 

Enviar um comentário

<< Página inicial